Água engarrafada: Você está consumindo química?

O que está na água engarrafada que bebemos?

Já abordamos em matérias antigas os perigos da água engarrafada e os benefícios de trocá-la pela água alcalina ionizada.

Está com sede? Que tal um coquetel de produtos químicos, poluentes, bactérias, cloro e subprodutos de desinfecção para matar a sede? Não? Bem, considere que todos esses contaminantes podem ser encontrados em marcas populares.

Alguns recipientes de plástico ainda contêm Bisfenol-A, ou BPA. Este composto polêmico foi aprovado pela FDA (Food and Drug Administration), mas é constantemente objeto de pesquisa que desenha um vínculo com o câncer, juntamente com outros perigos. A FDA reconhece que os produtos químicos de plástico migram da embalagem de alimentos para alimentos ou bebidas.

Que tal os frascos feitos de tereftalato de polietileno (PET – marcado com um código “1” na parte inferior do recipiente)? É amplamente assumido que o PET é uma opção relativamente benigna, mas pesquisas mostram que os compostos estrogênicos são lixiviados do plástico “seguro” em água engarrafada.

Água engarrafada: Você está consumindo química?
Resina pet/PET/granulado pellets de polietileno tereftalato

Segundo a doutora Cristiane Kochi, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, o bisfenol A pode provocar distúrbio hormonal principalmente em grávidas e em bebês.  Suas moléculas são bem instáveis, podendo migrar dos objetos para os alimentos com mudanças de temperatura.

E o que fazer para evitar essa ação negativa do bisfenol A?

O ideal seria ficar longe de produtos plásticos que contêm essa substância. Em muitas pesquisas, o resultado da qualidade da água engarrafada não foram bons. Já foi constatado que:

  • Todas as amostras das pesquisas continham alguma contaminação bacteriana;
  • Mais da metade das amostras continham várias espécies de bactérias, Mas não em quantidades que tornaria os usuários doente;
  • Uma pequena porcentagem das amostras continha coliformes fecais, E. Coli, o que dizer, que foram contaminados com estrume de água preta ou humana. Esta bactéria tem a capacidade de formar um biofilme que gruda em equipamento para o produto está contaminado e novamente;
  • Algumas marcas foram contaminadas com Pseudomonas. Este organismo ataca as pessoas que têm o sistema imunológico debilitado.

Aqui no Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proíbe a comercialização de chupetas e mamadeiras de plástico com essa substância.

Péssimos hábitos do dia a dia que devemos ficar atentos:

  • Não coloque comida quente (principalmente com gordura) em recipientes plásticos;
  • Não coloque embalagens plásticas com água, sorvete e outros alimentos no congelador. O congelamento de recipientes de plástico pode causar a liberação de dioxinas tumorais na água;
  • Não tome chá ou cafezinho em copo plástico.
Você costuma consumir o seu café ou chá quentinho no copo de plástico? Cuidado. O plástico em contato com o alimento quente libera substâncias tóxicas

Água Alcalina Ionizada contra a indústria da água engarrafada:

A Tyent Brasil contribui para uma vida com mais energia, equilíbrio e ajuda a prevenir doenças. Mais de 100 utilidades diferentes para o seu bem estar. A Tyent Brasil utiliza uma tecnologia japonesa, que transforma a água da torneira em água alcalina com alto poder de hidratação.

Alcalinizadores usam filtros para reduzir os níveis de potenciais contaminantes na água, e, em alguns casos, eles adicionam minerais no processo. Tudo muito bem, mas quando comparado com o sistema de filtragem que você desfruta com a Tyent Brasil, as diferenças mais uma vez, são bastante significativas.

Leia Mais:

ÁGUA ENGARRAFADA: QUALIDADE SUPERIOR É UM MITO

O VERDADEIRO PREÇO DA ÁGUA ENGARRAFADA PARA O MEIO AMBIENTE. 

27 de October de 2017